Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

29 de mai. de 2008

TOSTÃO / DINHEIRO-EM-PENCA


  • Nome Científico: Callisia repens.
  • Sinonímia: Tradescantia minima, Hapalanthus repens, Spironema robbinsii.
  • Nome Popular: Dinheiro-em-penca, dinheirinho, tostão, mosquitinho.
  • Família: Commelinaceae.
  • Divisão: Angiospermae.
  • Origem: América Tropical.
  • Ciclo de Vida: Perene.



O Tostão ou Dinheiro-em-penca é uma planta de pequeno porte, de apenas 5 a 10 cm de altura. As folhas são cerosas, adensadas ao longo da ramagem filamentosa As flores do são brancas e pequenas, apresentando importância ornamental secundária.
É muito utilizado como forração, sua textura fina e delicada é muito valorizada no paisagismo. Adapta-se em diversos estilos de jardins, e é especialmente indicado seu plantio entre as rochas, em locais úmidos.
Também utilizada em vasos suspensos e jardineiras, de forma que seus ramos pendentes podem ser melhor apreciados. Dizem que traz sorte e dinheiro para a pessoa que ganhar um vaso com a muda da planta, de presente.
Deve ser cultivada sob meia-sombra, em solo fértil, leve, enriquecido com matéria orgânica e irrigado regularmente. Não tolera o frio, ventos fortes ou pisoteio. O cultivo sob sol pleno torna a planta excessivamente avermelhada e queima as folhas. Já sob sombra, ela perde o aspecto denso, crescendo com entrenós mais compridos. Aprecia adubações mensais na primavera e verão.



PRODUÇÃO DE MUDAS:

É muito fácil preparar mudas basta cortar um ramo e enfia-lo num substrato enriquecido com matéria orgânica, deixar sempre úmido, até nascerem as raizes deve ficar na sombra.
Para um bonito vaso ornamental é só colocar vários ramos.




Em áreas que não aconteçam o pisoteio, ela fica muito bonita, se estiver na sombra adquire a coloração verde e com o sol o tom avermelhado, alastra com bastante facilidade.

APRENDA A FAZER MUDAS: (Clique no link abaixo)

COMO REPLANTAR O DINHEIRO-EM-PENCA

21 de mai. de 2008

DRACENAS - Só Fotos

DRACENA PLEOMELE - Pleonele reflexa
Dracena-Malaia





DRACENA MASSAGEANA




DRACENA ARBÓREA




DRACENA BABY - Cordyline terminalis (L.) Kunth
Cordiline, Dracena-Vermelha, Coqueiro-de-Vênus




DRACENA SANDERIANA




DRACENA COMPACTA




DRACENA-BAMBÚ - Dracaena Surculosa



DRACENA GOLD - Dracaena ssp




DRACENA COLORAMA, DRACENA TRICOLOR - Dracaena marginata "Colorama"




DRACENA MARGINATA - Cordyline terminalis


19 de mai. de 2008

COMO FAZER MUDAS DE AZALÉIAS

Mudas de Azaléia - Blog: Meu Cantinho Verde

Quer ter uma coleção de vasos de Azaléias, o método é muito simples, basta voce cortar ramos mais novos deste arbusto - aqueles que se desenvolveram desde o início da estação. Tem que ser aqueles intermediários ou seja, não muito fracos ou vigorosos demais. Logo terá várias mudinhas para replantar, demora 2 a 3 meses. A época ideal para voce fazer isso é na primavera.




1 ) - Com auxílio de uma faca, canivete ou estilete, corte ramos da planta original, aqueles que já cresceram o suficiente e que quebram facilmente à pressão dos dedos. Se tiver algum botão floral no ramo, remova.


2) - Agora, retire as folhas inferiores, todas aquelas que ficariam enterradas no solo. Faça agora um buraco na terra e enfie o ramo, firme bem com os dedos, regue o vaso.


Obs.: Para maior sucesso, utilize hormônio enraizador, que é encontrado a venda nas gardens.
O melhor substrato para o plantio é uma mistura de composto orgânico com terra argilosa que é ácida.

 













3) - Em seguida corte umas garrafas Pet transparente, que possam encaixar na boca dos vasos, este recurso vai estimular o desenvolvimento da planta, funciona como se fosse uma pequena estufa, para renovar o ar as vezes levante a Pet e verifique se precisa regar, enfie o dedo no substrato que dá para sentir a necessidade.

Nota: Pode ser utilizado saco plástico transparente  no lugar do Pet.
Deixe em local com bastante claridade, mas que não receba luz direta do sol.

Depois de 60 a 90 dias elas já estarão com raízes, retire a pet e deixe sua azaléia crescer



BROMELIA ROSA


Nome Científico: Aechmea fasciata Baker

Sinonímia: Bilbergia fasciata

Nome Popular: Aequimea, vaso-prateado, bromélia-aequimea

Família: Bromeliaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: Brasil

Ciclo de Vida: Perene

Herbácia, epítifa, rizomatosa, acaule, de folhagem e florescimento vistosos, de 30 a 40 cm de altura.Uma das bromélias mais vendidas, a Aequimea é normalmente comercializada em vasos. A inflorescência, muito durável, também é rígida, formada por brácteas cor-de-rosa, cheias de espinhos nas bordas, e flores roxas delicadas.

Os frutos são pequenos e arredondados. A floração ocorre quando a planta está madura e recebeu iluminação e nutrientes suficientes. Depois da floração saem brotações laterais e a planta morre. É indicada para a decoração de interiores, no período da floração. Depois disso, deve ser levada ao jardim para locais a meia-luz , frescos e úmidos.

Como cultivar: com substrato como casca e fibra de côco, areia, entre outros materiais, deixar sempre à meia-sombra, irrigadas regularmente. Multiplica-se por separação das mudas laterais, quando estas atingem 2/3 do tamanho da planta mãe.

Também pode ser multiplicada por sementes e meristema


12 de mai. de 2008

GAZÂNIA - Gazania rigens (L.) Gaertn

GAZÂNIA - ( Gazania rigens (L.) Gaertn. )



NOME CIENTÍFICO: Gazania rigens (L.) Gaertn.

NOME POPULAR: Gazânia.

FAMÍLIA: Compositae (Asteraceae).

CICLO DE VIDA: Perene.

Nota: Apesar de perene, os canteiros devem ser renovados a cada dois anos, pois as plantas perdem o vigor e a beleza inicial.

ORIGEM: África do Sul.

PORTE: Atingem de 15 a 20 cm de altura.

FOLHAS: Possue folhagem densa.

FLORES: Planta bastante florífera, simples, vistosas, de coloração amarela, alaranjada, brancas, rosadas. Despontam principalmente no verão.

TRONCO: Acaule.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, em regiões mais quentes o sol direto nas horas mais quentes do dia não é aconselhável.

ÁGUA: Aprecia solo úmido, mas não encharcado, regar de 2 a 3 vezes por semana no caso de ausência de chuvas.

CLIMA: Ameno, é tolerante a baixas temperaturas.

PODA: Não necessária, mas  podem ser cortadas flores secas.

CULTIVO: Os canteiros devem ser bem enriquecidos de matéria orgânica, com boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Na preparação dos canteiros aplique NPK, 04-14-08, cerca de 5 colheres de sopa por metro quadrado. Pode ser utilizado esterco animal bem curtido ou composto orgânico, sempre bem incorporados ao solo.

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhoso em bordaduras e forrações.

PROPAGAÇÃO: Por divisão de plantas que deve ser feita no final do inverno/ início da primavera.


10 de mai. de 2008

BEGÔNIA















    Nome Científico:
    Begonia elatior


    Nome Popular: Begônia

    Família: Begoniaceae

    Divisão: Angiospermae

    Origem:
    América Tropical



    Ciclo de Vida:
    Perene
As Begônias estão entre as flores de vaso mais vendidas no país. Suas folhas são suculentas, com bordas recortadas. As flores são muito bonitas e parecem com rosas é encontrada em diversas cores: branco, o rosa, o amarelo, o salmão e o vermelho, além de tonalidades intermediárias e combinações de cores.
Sua delicadeza a torna própria para o cultivo em vaso
Multiplica-se pela divisão da planta.


No Veiling de Holambra - SP são comercializadas:

Para ambientes internos e externos:
Begônia "Annika Dark" de cor amarela
Begônia " Barkos" - vermelha
Begônia "Britt Dark"- salmão mesclado
Begônia "Camélia" - rosa
Begônia "Carneval" - Vermelha mesclada de amarelo

Para ambientes internos:
Begônia "Clara Frange" - Branca
Begônia "Julie" - Mesclada banco,amarelo, vermelho
Begônia "Kleo" "Mandy Franje" "Line" - vermelhas, salmão
Begônia "Mariette" - Amarela
Begônia "Netja Dark" Netja Franje - Rosa
Begônia "Peggy " Rosa mesclada branco

As Begônias necessitam de Solo Úmido ( não devendo secar nem encharcar) e muita luz, mas não suportam luz direta do sol

MEGA PORTAL - Todos seres vivos do planeta


www.eol.org

Este mega portal da internet, uma Enciclopédia on-line pretende reunir até 2017, a maioria das informações sobre mais de 1,8 milhões de variedades de plantas, insetos, mamíferos, répteis e peixes já registradas e também das que forem descobertas até lá.

Este portal é recente foi lançado a apenas 2 meses, e tem "apenas" 30 mil espécies cadastradas, no dia do lançamento, 11 milhões de pessoas acessaram o site em apenas 5 horas, o que fez o portal sair do ar durante algumas horas.

Por enquanto o idioma é o Inglês e Francês.

Tudo que o você procura é apresentado numa página específica, de interesse do público em geral, mas tem links para outras páginas destinadas a utilizadores que querem se aprofundar no assunto.

Eu recomendo.

8 de mai. de 2008

FLOR-DE-MAIO - Como fazer mudas

Como fazer mudas de FLOR-DE-MAIO - Foto 1
Como fazer mudas de FLOR-DE-MAIO - Foto2

Como fazer mudas de FLOR-DE-MAIO - Foto 3


Para fazer mudas da Flor-de-maio a partir da semente é bastante fácil, pegue a cápsula que aparece na extremidade do caule de uma planta adulta (veja na 2ª foto) ao abrir irá verificar espécie de uma geléia com inúmeras sementinhas.


Pegue um vasinho pequeno, um pedaço de xaxim e espalhe esta gosma com as sementinhas nele.


Mantenha sempre o xaxim úmido, na sombra, mas em local com bastante claridade,  uma dica é cortar uma garrafa pet transparente e encaixar na boca deste vaso para formar uma estufa.


Logo irão aparecer as mudinhas da flor-de-maio, espere elas crescerem o suficiente e faça então o transplante para vasos individuais.


Uma das maneiras mais fácil de fazer mudas da flor-de-maio é pegar um gomo do caule (veja a plantinha da foto 3, tem 5 gomos) e enfiar cuidadosamente no substrato do vasinho, agora é só cuidar logo aparecerão novos gomos da planta.

Olá amigos!


Estou com problema de sinal no sítio onde moro e não tenho dado a devida atenção aqueles que me escrevem, vou colocar aqui alguma coisa, espero ter respondido algumas dúvidas.


- Para que ocorram as floradas, é necessário que algo aconteça, o gatilho para isso é o encurtamento dos dias em relação a noite e também temperaturas baixas a noite, por isso que nos locais de temperatura mais quente as floradas não ocorrem. No hemisfério norte onde o inverno acontece quando aqui é verão as flores de maio tem suas floradas em dezembro, por isso que lá são conhecidas como Cactus-de-navidad (Cacto-de-Natal).


- A planta não tolera luz do sol direta, mas gostam de muita luz.


- Excesso de água, mata a planta, causa podridão, portanto, coloque água moderada, é prmitido secar entre as regas.


- Quando soltar o botão, evitar mudanças de ambiente.


- O seu nome científico (Schlumbergera truncata),deve a um colecionador de cactus Frédéric Schlumberger (1823-1893) que possuia várias dessas plantas em seu castelo na Normandia.


FLOR-DE-MAIO - (Schlumbergera truncata)




6 de mai. de 2008

DRACENA


A Dracena chega atingir 6 metros de altura e gosta de sol pleno.
Se for usada como espécie rústica, a manutenção é pequena, sendo aconselhável apenas adubações anuais. Pode ser usada como uma excelente cerca viva, anti-pó e ruído. Para atingir o porte adulto leva em torno de 3 anos.


Muitas pessoas chamam a Dracena de Dama da Noite

As plantas chamadas dama-da-noite são, na verdade, de gêneros e espécies diferentes, que vão desde trepadeiras até cactos, mas todos com o mesmo mecanismo de atração de polinizadores vespertinos e noturnos.

Por que a flor conhecida como dama-da-noite só exala perfume à noite?

Porque a mariposa, inseto responsável pela polinização da maioria dos exemplares desse vegetais, sai no final da tarde e à noite em busca de néctar das flores que usa como alimento. A planta tem interesse em atrair o inseto para que ele, em troca de comida, carregue seu pólen de uma flor para outra. Para isso, uma das suas estratégias é lançar mão do perfume. O momento em que o vegetal vai liberá-lo é controlado por um mecanismo fisiológico que identifica a ausência de luz, diz o engenheiro agrônomo Eduardo Luís M. Catharino, do Instituto de Botânica de São Paulo.


4 de mai. de 2008

Flor-de-maio ( Schlumbergera truncata )


Nome Científico: Schlumbergera truncata.

Sinonímia: Epiphyllum truncatum, Zygocactus truncatus.

Nome Popular: Flor-de-maio, cacto-de-natal, cacto-da-páscoa, flor-de-seda.


Família: Cactaceae.

Origem: Brasil.

Ciclo de Vida: Perene.


Flor-de-maio ( Schlumbergera truncata )

VEJA MAIS
 (Clique no Link)

Flor-de-maio ( Schlumbergera truncata )
Flor-de-maio ( Schlumbergera truncata )
Flor-de-maio ( Schlumbergera truncata )

FLAMBOYANZINHO - Folha

Muitas pessoas quando falo do Flamboyanzinho pensam que é um Flamboyant ainda em desenvolvimento, suas flores de colorido bem vivo lembram a árvore, mas a diferença é só essa.
O Flamboyanzinho chega no máximo a 6 metros de altura enquanto que o Flamboyant pode passar dos 15 metros.

FLORES: Elas atraem borboletas e beija-flores e tem a grande vantagem de estar florida quase todo ano, especialmente na primavera e no verão, aparecem em tons vermelho, laranja e amarelo.

PODAS: Somente de limpeza.

PORTE: O Caesalpinia pulcherrima (de flores vermelha e laranja) até 4 metros de altura
e o Caesalpinia pulcherrima "Flava" (de flores amarelas) até 5 metros de altura.

PROPAGAÇÃO: Por sementes.

SOLO: De preferência úmido e bem drenado.

ADUBAÇÃO: O ideal seria usar NPK 10-10-10 três vezes por ano.

CLIMA: Tropical e Subtropical

ORIGEM: Caesalpinia pulcherrima nas Antilhas
Caesalpinia pulcherrima "Flava" na Africa Oriental

LUZ: Sol Pleno

REGAS: Só em épocas secas

3 de mai. de 2008

FLAMBOYANZINHO - Semente


Vista de uma vagem aberta do Flamboyanzinho


FLAMBOYANZINHO



Nome Científico: Caesalpinea pulcherrima e Caesalpinea pulcherrima "Flava"

Família: Leguminosas Leguminoseae-Caesalpinoideae

Nomes Populares: Flamboianzinho, barba-de-barata, flor-do-paraíso, poinciana-anã, flor-de-pavão, vaio-de-estudante, orgulho-de-barbados, chagueira, flamboyant-de-jardim