25 de out. de 2021

CRASSULA PERFORATA - ( CORRENTE-DE-BOTÕES )

 Crassula perforata

corrente de botões

NOME CIENTÍFICOCrassula perforata.

NOME POPULAR: corrente-de-botões.

FAMÍLIA: Crassulaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: África do Sul.

PORTE: Os ramos chegam atingir cerca de 45 cm.

CAULE: Quando a planta é jovem o caule é ereto, depois ela se inclina e atinge o solo ou se estive num vaso fica pendente.

Suculenta ramo folhas juntas


FOLHAS: Suculentas, em pares opostos, medem cerca de 1 a 2 cm de comprimento.

FLORES: De coloração branca se formam na extremidade dos ramos

LUMINOSIDADE: Aprecia local que tenha bastante claridade,

CLIMA: Quente a temperado.

ÁGUA: Como é uma planta suculenta, água em excesso mata a planta, nunca deixe o substrato encharcado ou água acumulada no pratinho.

CULTIVO: Bastante rústica de fácil cultivo. 

Onde tem para vender Crassula perforata?


FERTILIZAÇÃO: Aplicar mensalmente NPK 04-14-08, nunca coloque junto ao caule, somente ao redor dele.

UTILIZAÇÃO: Fica bonita em vasos e canteiros fazendo conjunto com outras suculentas e principalmente em cesta e jardineiras como planta pendente.

PROPAGAÇÃO: Por estacas de caule ou folhas, vejam na imagem acima que já tem raízes brotando.

IMAGENS: Foram feitas na minha residência, em Holambra / SP.

VÍDEO:

 

24 de out. de 2021

MILIIANA

 Miliiana

A conhecida coroa-de-cristo - (Euphorbia milli), recebeu melhorias genéticas  e está sendo produzida aqui no Brasil pela Joost em parceria com a Dumen Orange (Holanda).

Vale a pena conhecer, pois além de ter ficado mais compactas, tem crescimento menor e flores de cores variadas.

Onde encontrar a coroa-de-cristo Miliiana?

O produtor só comercializa através do Veiling Holambra.
Em breve poderá ser encontrado a venda nas Garden.
Por ser uma variedade patenteada, sua multiplicação é proibida para fins comerciais.

VEJAM O VIDEO:




As imagens foram feitas no 22º Veiling Market.

15 de out. de 2021

PLANTA-PARAQUEDAS - ( Ceropegia sandersonii )

Ceropegia sandersonii 

Trepadeira volúvel

Ceropegia sandersonii


NOME CIENTÍFICOCeropegia sandersonii.

NOME POPULAR: planta-paraquedas.

FAMÍLIA: Apocynaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: África do Sul, Moçambique.

PORTE: Seus ramos atingem cerca de 3 metros de comprimento.

CAULE: Trepadeira volúvel, vai se envolvendo em todos suportes que encontrar em sua frente.

FOLHAS: São suculentas, de coloração verde-médio, coriáceas (duras como couro).

FLORES: Em regiões de clima mais quente, produz flores praticamente o ano inteiro, com mais intensidade na primavera e verão e menos no inverno. Tem coloração branca esverdeada, com pontos salpicados de tonalidade marrom, em forma de funil, as pontas das pétalas não se separam, formam uma espécie de teto, com aberturas laterais, formando “janelas”.

Flor Ceropegia sandersonii


   

Nota: É confundida como uma planta carnívora, mas na verdade, ela utiliza o inseto, no caso moscas, apenas para polinização, é uma armadilha biológica, o cheiro que exala é semelhante ao de abelhas feridas, quando atacadas por aranhas, os pelos da flor voltados para baixo impedem a saída. A mosca após a planta conseguir seu desejo, ou seja, deixar ela totalmente coberta por pólen é liberada.             

LUMINOSIDADE: Meia sombra, mas em local com bastante claridade.

Nota: não suporta luz direta do sol, principalmente nas horas mais quente do dia.

CLIMA: Prefere clima quente a temperado

ÁGUA: Gosta de solo mantido úmido, mas não encharcado (não esqueça que é uma suculenta).

Trepadeira ceropegia


CULTIVO: De crescimento relativamente rápido, de fácil cultivo, gosta de substrato rico em matéria orgânica, terra vegetal, húmus de minhoca, etc.  

FERTILIZAÇÂO: Aplicar ao redor do caule, nunca junto a ele, cerca de 1 a 5 colheres de sopa (conforme o tamanho da planta) de NPK 04-14-08, cerca de 3 vezes por ano, não realizando antes do inverno.

UTILIZAÇÃO: Fica espetacular em pérgulas e caramanchões.

Onde comprar PLANTA-PARAQUEDAS


PROPAGAÇÃO: Feito por estacas do caule.

IMAGENS: Fornecidas pelo produtor Ross Matheus que comercializa através do Veiling Holambra.

VÍDEOhttps://youtu.be/7GcobflSg0Y

8 de out. de 2021

BUTIÁ - ( Butia capitata )

BUTIÁ - ( Butia capitata )

BUTIÁ - ( Butia capitata )


NOME CIENTÍFICOButia capitata.

NOME POPULAR: butiá

FAMÍLIA: Arecaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: Até 6 metros de altura.

CAULE: Tronco simples e espesso, com cicatrizes dos restos de pecíolos.

FOLHAS: De coloração verde-azuladas, bem arqueadas, com pecíolos com pequenos dentes nas margens.

folhas Butia capitata

FRUTOS: Comestíveis, mesocarpo comestível.

Nota: Na variedade odorata, os frutos são maiores e mais adocicados.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

CLIMA: Aprecia clima quente a temperado, é resistente a geadas.

ÁGUA: Gosta de solo úmido, mas não encharcado, até que a planta se estabeleça não descuide das regas

CULTIVO: De crescimento lento, frutifica com mais ou menos 8 anos.

NotaPor ocasião do plantio, abra uma cova de pelo menos o dobro do tamanho do torrão e coloque bastante água, espere o solo absorver antes de iniciar o processo, se for uma planta de grande porte deixe também o torrão bem molhado, com cuidado para que ele não se desmanche. Coloque na terra retirada da cova esterco animal sempre muito bem curtido bem misturado, plante e regue.

FERTILIZAÇÃO: Se já fez adubo por ocasião do plantio, aguarde até que a planta se estabeleça, pode demorar cerca de 6 meses, após isso aplique ao redor do caule, nunca junto a ele, NPK 10-10-10 ou 04-14-08 (se a muda for de maior porte)

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, pode ser utilizada de forma isolada como planta de destaque ou fazendo composição com outras palmeiras ou plantas de menor porte.

Butiá, onde tem para vender?


PREÇO: Na Garden Cidade das Flores, estava sendo comercializado por R$ 425,00 (outubro/2021).

IMAGENS: Fiz em Holambra / SP.

7 de out. de 2021

PINHEIRO-CHINÊS, CUNINGÂMIA - ( Cunninghamia lanceolata )

 PINHEIRO-CHINÊS, CUNINGÂMIA - ( Cunninghamia lanceolata )

Onde encontrar para venda Cunninghamia lanceolata


NOME CIENTÍFICO: Cunninghamia lanceolata. 

NOME POPULAR: pinheiro-chinês

FAMÍLIA: Cupressaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Região sul da China, Vietnã, Laos e Indochina.

PORTE: Em média de 15 a 30 metros de altura.

Nota: Pode atingir tamanhos bem maiores,

CAULE: Revestido de casca de coloração marrom que se desprende em lâminas irregulares.

FOLHAS: Perenes, despontam de forma espiral ao longo dos ramos, são pontiagudas e rijas.

Folha PINHEIRO-CHINÊS

PINHEIRO-CHINÊS


FLORES: As inflorescências masculinas e femininas ocorrem na mesma planta.

FRUTOS: São cones de tamanho pequeno, de formato ovoide.

PINHEIRO-CHINÊS, CUNINGÂMIA




Nota: Os cones masculinos (onde se encontra o pólen), se formam agrupados com 10 a 30 unidades e o feminino (formação de sementes) são 2 a 3 unidades.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

CLIMA: Gosta de clima subtropical.

ÁGUA: Enquanto jovem mantenha o solo ligeiramente úmido, mas não encharcado, depois de adulta regue no caso de estiagem prolongada.

CULTIVO: Aprecia solo arenoargiloso.

FERTILIZAÇÂO: Aplique ao redor do caule (nunca junto a ele) NPK 04-14-08 ou 10-10-10, incorpore ao solo e regue em seguida, a quantidade vai depender do tamanho da planta. 

UTILIZAÇÃO: Devido seu formato cônico e tamanho é cultivada em grandes espaços públicos, sendo utilizada como árvore de natal.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e estaquia das pontas dos ramos.

PREÇO: Na Garden Cidade das Flores, estava sendo comercializado por R$ 161,50 (outubro/2021).

IMAGENS: Fiz em Holambra / SP.

25 de set. de 2021

STAPELIA - FLOR-ESTRELA

 Stapelia

Flor-estrela

Tem aparência de um cacto sem folhas.

NOME CIENTÍFICOStapelia.

Nota: Existem várias espécies e cultivares desenvolvidas por horticultores, sendo difícil a identificação.

NOME POPULAR: flor-estrela, flor-de-carniça.

FAMÍLIA: Apocynaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: África do Sul.

PORTE: Cerca de 20 cm de altura.

CAULE: Hastes quadrangulada, sem espinhos, dispostas em quatro ângulos em toda extensão

FOLHAS: Tem aparência de cacto, sem folhas.

flor-de-carniça


FLORES: Nascem na base da touceira, no verão e no outono, sua inflorescência chega a medir até 15 cm de diâmetro, tem cheiro bastante desagradável (odor de carne em decomposição), para atrair polinizadores no caso moscas-varejeiras.



LUMINOSIDADE: Meia-sombra.

CLIMA: Tropical árido.

ÁGUA: Durante o período de crescimento (primavera-verão) o substrato deve ser mantido úmido, mas não encharcado 

CULTIVO: Planta de crescimento rápido, formando touceiras, deve ser cultivada em substrato que tenha boa drenagem, pois solo encharcado mata a planta.

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK 04-14-08, cerca de uma colher de sopa ou mais conforme o tamanho do vaso, sempre ao redor do caule, nunca junto a ele.

UTILIZAÇÃO: Fica bonita em vasos grandes tipo bacia, cultivada de forma isolada ou fazendo composição com outras suculentas de porte e crescimento proporcional. Também pode ser utilizada no jardim entre pedras.

Flor em forma de estrela fedida


PROPAGAÇÃO: Por sementes, por estaquia das folhas e pela divisão de touceiras.

PREÇO: Em Holambra / SP, estava sendo comercializada por R$ 9,80. (25/09/2021)




IMAGENS: Fiz na Garden Pronta Flora em Holambra / SP.

24 de set. de 2021

CRINO - ( Crinum x powellii )

 CRINO - ( Crinum x powellii )

Crinum



NOME CIENTÍFICOCrinum x powellii


NOME POPULAR: crinum, crino, lírio-do-cabo.


Obs.: Crinum x powellii é um híbrido resultante do cruzamento das espécies: Crinum bulbispermum x Crinum moorei.

 

FAMÍLIA: Amaryllidaceae.

 

CICLO DE VIDA: Perene.

 

Nota: Embora seja uma planta perene, os canteiros devem ser renovados entre 3 a 5 anos

 

ORIGEM: África do Sul.

 

PORTE: 60 a 80 cm.

 

CAULE: Bulboso (tipo de caule subterrâneo e dilatado).

 

FOLHAS: Largas e suculentas, nascem a partir dos bulbos formando densos tufos, chegam a medir cerca de 1,20 metros de comprimento, tem coloração verde-escuro brilhante.

 

FLORES: As inflorescências despontam no alto de longas hastes, que chegam a atingir até 1,5 metros de altura, umbeliformes (forma de guarda-chuva), pode produzir até 10 flores, medem cerca de 12 cm de diâmetro e tem forma de funil.

 

CRINO - ( Crinum x powellii )

Nota: São perfumadas, nas cores brancas e róseas, floresce 1vez por ano com duração de 20 a 25 dias.


LUMINOSIDADE: Sol pleno.

 

ÁGUA: Fazer irrigação 2 vezes por semana sem encharcar a terra, durante 5 meses. Após a flor murchar deixe o bulbo na terra, e suspenda gradativamente a rega para que o bulbo entre em dormência, toda parte aérea irá secar.


CULTIVO: Solo rico em matéria orgânica, capaz de reter umidade. Fazer o plantio do bulbo na profundidade de 10 a 15 cm, com espaçamento de 20 a 30 cm entre plantas, ele germina em até 25 dias. Após florada o bulbo deve permanecer na terra. O período do plantio até o florescimento é de 80 dias.

 

CRINO Branco

FERTILIZAÇÃO: Para ficar sempre viçoso aplicar adubos orgânicos.


UTILIZAÇÃO
: Formação de maciços e bordaduras

PLANTA TÓXICA: Todas partes da planta são tóxicas.

PROPAGAÇÃO
: Por divisão de bulbilhos que nascem grudados a planta mãe.

PREÇO: Em Holambra / SP (Setembro/2021), a cartela com um bulbo estava sendo comercializada a R$6,50 no vaso (PT24) por R$21,50

IMAGENS: Fiz em Holambra / SP na Garden Cidade das Flores.