19 de jul. de 2021

FILODENDRO-ONDULADO - ( Philodendron undulatum )

 


Filodendro

NOME CIENTÍFICOPhilodendron undulatum.


NOME POPULAR: guaimbê-de-folha-ondulada, filodendro-ondulado

 

FAMÍLIA: Araceae.

 

CICLO DE VIDA: Perene.

 

ORIGEM: Brasil (regiões centro-oeste, sudeste e sul), Paraguai e nordeste da Argentina.

 

PORTE: Até 3 metros de altura.

 

FOLHAS: Grandes, coriáceas, ovalado-sagitadas, de margens onduladas, ou com recortes largos ou estreitos e arredondados.

 

folha filodendro ondulado

NOTA: Suas folhas chegam atingir cerca de 90 cm de comprimento x 60 cm de largura.

Folha filodendro ondulado


FLORES: Inflorescências típica com espata verde na base das folhas, de espádice cilíndrico com flores sem interesse ornamental.

 

TRONCO: Arbusto de textura semi-lenhosa.


LUMINOSIDADE: Meia-sombra, sol pleno.

 

ÁGUA: Manter o solo sempre úmido, não encharcado.


CLIMA: Aprecia clima quente e úmido. É tolerante a baixa temperatura.

 

PODA: Não necessária, mas pode ser feita para limitar área de expansão.

 

CULTIVO: Prefere solo rico em matéria orgânica. Sugestão de mistura para vasos: 2 partes de composto orgânico, 1 parte de terra comum de jardim e 1 parte de terra vegetal.

 

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 10-10-10, de 3 a 4 vezes por ano, cerca de 1 a 3 colheres de sopa (conforme tamanho da planta) ao redor do caule, nunca junto a ele, incorporar levemente e regar em seguida.

 

UTILIZAÇÃO: Em jardins, cultivada de forma isolada, fazendo composição com outras plantas, em grupos e em vasos.


NOTA: Pode ser escorada em estruturas ou em troncos de árvores.

 

PROPAGAÇÃO: Por brotações da planta-mãe ou por estaquia dividindo segmentos da ramagem.

 

PLANTA TÓXICA: Suas folhas são moderadamente tóxicas, elas contêm cristais de oxalato de cálcio.

 

Venda mudas filodendro ondulado

PREÇO: Na Garden Pronta Flora (Holambra/SP), o pote (PT15), estava sendo comercializado por R$ 12,40. (19/07/2021)



IMAGENS DESTA POSTAGEM: Feita em Holambra / SP.

12 de jul. de 2021

AZALÉIA - (Rhododendron hybrid) - Deciduous Group.

 


NOME CIENTÍFICO: Rhododendron hybrid. (Deciduous Group).

 

NOTA: Híbridos desenvolvidos principalmente em alguns países da Europa e no Japão.


NOME POPULAR: azaléia, rododendro.


FAMÍLIA: Ericaceae.

 

CICLO DE VIDA: Perene.

 

ORIGEM: China.


Nota: Divididos em diversos grupos, compostos por inúmeras cultivares, desenvolvidas por cruzamentos de diversas espécies.

 

PORTE: De 1 a 2 metros de altura.

 

FOLHAS: Pequenas, de coloração verde-médio, textura áspera, podem ser decíduas ou semi-decíduas.

 

FLORES: De coloração rosa, branca, amarela, vermelhas, púrpura e variegatas, podem ser simples ou dobradas, surgem principalmente no final do inverno, mas dependendo da região de cultivo podem nascer em outras épocas do ano.

 


TRONCO: Possui textura lenhosa.

 

LUMINOSIDADE: Meia-sombra.

 


ÁGUA: Regar 2 vezes por semana, com maior quantidade nas épocas mais quentes e menos nas de mais frio, não tolera encharcamento.

 

CLIMA: Aprecia temperatura amena, com um pouco de frio no inverno, para estimular floradas.

 

Nota: É bastante tolerante ao frio intenso, chegando a suportar temperaturas abaixo de 0ºC.

 


PODA: Deve ser realizada após floração, isso irá estimular novas brotações e ter uma florada mais vigorosa.

 

CULTIVO: Gosta de solos ácidos, com pH de 6,0 ou menos, rico em matéria orgânica, que tenham boa drenagem e mantido úmido. 

 

FERTILIZAÇÃO: Aplicar NPK, fórmula 04-14-08, 1 a 3 colher (es) de sopa conforme tamanho da planta, sempre ao redor do caule, nunca junto ele, incorpore levemente ao solo e regue em seguida.

 

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhoso de forma isolada ou fazendo grupos em bordaduras, maciços, cerca viva e também em vasos.



PROPAGAÇÃO: Por estaquia da ponta dos ramos.

 

PLANTA TÓXICA: É uma planta tóxica, tenha cuidado com crianças pequenas e animais domésticos.

 

FOTOS DESTA POSTAGEM: Feitas em Holambra / SP.

11 de jul. de 2021

CRAVINA - ( Dianthus chinensis )

 Cravina

Dianthus chinensis

Cravina-chinesa


NOME CIENTÍFICODianthus chinensis.

 

Nota: Existem outras espécies de cravina, como a Barbatus que tem flores dobradas e também híbridos.


NOME POPULAR: Cravina, cravina-chinesa, cravinea.

 

FAMÍLIA: Caryophyllaceae.

 

CICLO DE VIDA: Semi-perene, bienal.

 

Nota: É cultivada como anual, porque a planta vai perdendo seu vigor, os canteiros precisam ser renovados, para apresentar o visual inicial.

 

ORIGEM: Sudeste e sul da China, Corea e Nepal.

 

PORTE: De 30 a 45 cm de altura.

 

FOLHAS: De coloração verde clara, são de formato lanceoladas, dispostas em pares opostos, com até 5 cm de comprimento, afiladas, cerosas e sem pelos.

 

FLORES: Solitárias, simples, com bordas franjadas, de coloração: vermelha, rosa, branca, arroxeadas, bicolores e mescladas, medem cerca de 4 cm de diâmetro e se formam em pequenos grupos na ponta do caule durante a primavera e verão.

 

Cravina-chinesa

TRONCO: Caule de coloração verde-acinzentado a verde mais claro amarelado.

 

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

 

ÁGUA: Necessita de solo sempre úmido, devendo ser irrigada dia sim, dia não.


CLIMA: Prefere temperado, ameno e frio. Não tolera clima muito quente.

 

PODA: Para ter a planta florida corte as flores quando secarem.

 

CULTIVO: Em solo rico em matéria orgânica e que tenha boa drenagem, mantido úmido.

 

Cravinea

Nota: Sugestão de mistura para plantio -  1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de composto orgânico.

 

FERTILIZAÇÃO: Ao preparar o canteiro, aplique 5 colheres de sopa por metro quadrado de NPK fórmula 04-14-08, bem misturado ao substrato.

 

UTILIZAÇÃO: Bordaduras, maciços, forração (sem pisoteio), floreiras, jardineiras e vasos.


PROPAGAÇÃO: Por sementes.

 

PREÇO: Em Holambra / SP estava sendo comercializada a R$ 2,35.

Onde encontrar a cravina-chinesa


9 de jul. de 2021

JASMIM-AMARELO - ( Jasminum mesnyi )

 

Jasminum mesnyi

NOME CIENTÍFICO: Jasminum mesnyi.

NOME POPULAR: jasmim-amarelo, Jasmim-primulino.

FAMÍLIA: Oleaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Centro sul da China até o Vietnã

PORTE: Os longos ramos podem atingir cerca de até 4 metros de comprimento.

FOLHAS: Compostas, formadas por 3 folíolos.

Leaf Jasminum Mesnyi


FLORES: As flores despontam o ano inteiro, mas em maior quantidade no inverno e primavera e verão. Elas são dobradas ou semidobradas, solitárias, de cor amarelo-limão e com perfume muito suave.

TRONCO: O caule tem textura semi-herbáceo.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, meia-sombra.

ÁGUA: Aprecia solo levemente úmido, mas não encharcado, pode receber água 2 a 3 vezes por semana.

CLIMA: Pode ser cultivado em clima temperado, subtropical e tropical.


Nota: Não tolera geadas fortes, mas rebrota na primavera se o inverno não for muito rigoroso.

PODA: Aceita bem podas, para estimular novas brotações a poda deve ser realizada quando a planta tem sua florada menos intensa o que acontece no final do outono.

CULTIVO: Gosta de solo rico em matéria orgânica e mantido úmido, mas não encharcado, principalmente no período em que a planta ainda é jovem.

Nota: É uma planta bem rústica e de baixa manutenção.

FERTILIZAÇÃO: Para garantir floradas espetaculares, no final do inverno ou no início da estação das chuvas, aplicar ao redor da planta (não junto ao caule) esterco animal sempre bem curtido, composto orgânico ou NPK 04-14-08, Incorporar e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: Fica maravilhoso quando cultivado em beiras superiores de taludes, mas pode até ser utilizado como cerca viva topiada e para coroar muros.

PROPAGAÇÃO
: Pode ser feita por sementes, estaquia e mergulhia (basta um nó do ramo tocar no substrato que irão nascer raízes).

PREÇO: Em Holambra / SP a muda estava sendo comercializada por R$ 22,20 ( julho /2021 ).

4 de jul. de 2021

ARVORE-DE-CHÁ - (Leptospermum scoparium)

 broom tea tree

Manuka

Arbusto semi-lenhoso, ereto.

Leptospermum scoparium


NOME CIENTÍFICOLeptospermum scoparium.

NOME POPULAR: érica-japonesa, árvore-de-chá, érica, leptospermo, Manuka, Broom tea tree.

FAMÍLIA: Myrtaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Oceania - Austrália e Nova Zelândia.

PORTE: Até 4 metros de altura.

FOLHAS: De cor vede-acinzentadas, em formato de agulha, miúdas e aromáticas.

leaf Leptospermum scoparium


FLORES: Semelhantes a pequenas rosas, podem ser simples e dobradas, são de tamanho pequeno, acontecem várias vezes ao longo do ano.

parece rosas em miniatura


Nota: Conforme cultivar podem ter a tonalidade rosadas, esbranquiçadas e róseo-avermelhadas.

TRONCO: Ereto, de textura semi-lenhosa, com ramos bastante ramificados.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Aprecia solo levemente úmido, mas não encharcado, pode receber água 2 a 3 vezes por semana.

CLIMA: Gosta de temperaturas amenas e frias, não tolera clima muito quente.

PODA: Realizar apenas podas leves.

CULTIVO: Enriquecido com matéria orgânica, que tenha boa drenagem e mantido úmido.

Preço da erica-japonesa


Nota: Por apresentar naturalmente flores e folhas de tamanho pequeno, é bastante utilizada na arte do bonsai.

FERTILIZAÇÃO: Para ter uma planta viçosa e florida fazer adubações mensais.

UTILIZAÇÃO: Em vasos, no jardim como planta isolada, formando maciços e ao longo de cercas e muros.

PROPAGAÇÃO
: Por sementes e por estaquia de ramos.

PREÇO: Em Holambra / SP estava sendo comercializada por R$ 26,00, o pote (vaso) tamanho PT 24. (Julho / 2021).

Onde comprar a erica japonesa


26 de jun. de 2021

ARDÍSIA-CORAL - Ardisia crenata

ARDÍSIA

Ardisia crenata

Planta frutinhos vermelhos


Planta arbustiva.

NOME CIENTÍFICO:  Ardisia crenata.

NOME POPULAR: ardísia, ardísia-coral, café-de-jardim.

SINONÍMIA: Ardisia crenulata, Ardisia labordei, Ardisia bicolor, Ardisisia crispa.

FAMÍLIA: Myrsinaceae / Primulaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Ásia - Centro sul da China e Japão e países vizinhos

PORTE: Até 1,80 metros de altura.

FOLHAS: Brilhantes, perenes, cerosas, com margens serrilhadas e onduladas, de cor verde-oliva, com nervura central acentuada de coloração mais clara, com até 20 cm de comprimento, são bastante atraentes.

Folha ardísia


FLORES
: De tamanho pequeno, pouco vistosas, tem coloração branca ou rosada e um pouco perfumadas.

Flor ardisia


FRUTOS: Bastante ornamentais, duráveis, esféricos, de cor vermelha, brilhantes, nascem de forma agrupada em cachos pendentes, se desenvolvem abaixo do sistema foliar. Permanecem na planta por longo período (despontam no verão e perduram até início do inverno). Alguns passarinhos se alimentam dele.

Fruto ardisia


TRONCO: Caule fino e ereto, os ramos se inclinam naturalmente com o peso dos frutos.


LUMINOSIDADE: Meia-sombra. Aprecia muita claridade, porém o sol direto nas horas mais quentes do dia queima suas folhas.

ÁGUA: Aprecia solo ligeiramente úmido mas nunca encharcado, é tolerante a estiagem, regue 2 vezes por semana, diminuindo a quantidade no inverno.


CLIMA: Prefere clima ameno, mas tolera praticamente qualquer temperatura. Em lugares de clima muito frio, perde suas folhas, que voltam a nascer quando a temperatura se eleva.

CULTIVO: Prefere solo rico em matéria orgânica, profundo, mas pode ser cultivado praticamente em qualquer tipo de solo, desde que tenha boa drenagem, para evitar encharcamento. Devido à pouca quantidade de raízes se dá bem em vasos, jardineiras e canteiros rasos, bastante rústica, não exige grande manutenção.

FERTILIZAÇÃO: Para ter uma planta mais vistosa, aplique NPK, fórmula 04-14-08, cerca de 1 a 3 colheres de sopa (dependendo do tamanho do vaso). Se plantada no jardim, de 3 a 8 colheres de sopa, conforme tamanho da planta. Aplique ao redor do caule, nunca junto a ele, incorpore levemente para não danificar as raízes mais superficiais e regue em seguida.

UTILIZAÇÃO: Fica muito bem em vasos, no jardim, como planta isolada, em pequenos grupos, fazendo contraste junto a outras plantas. Muito utilizada também ao longo de muros e cercas.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e estaquia. Germina com bastante facilidade. Embaixo da planta, junto ao tronco, é comum encontrar mudinhas, que brotam através das sementes que caem, por isso em algumas situações é uma planta que pode ser considerada invasora.

Quanto custa a Ardísia?


PREÇO: Em Holambra /SP o vaso tamanho PT16 estava sendo comercializado por R$ 16,00 (Junho – 2021)


19 de jun. de 2021

AGLAONEMA-CRETA

 AGLAONEMA-CRETA

Aglaonema Creta

Herbácea híbrida

NOME CIENTÍFICOAglaonema commutatum ‘Creta’.

NOME POPULAR: aglaonema-creta.

FAMÍLIA: Araceae.

CICLO DE VIDA: Perene

ORIGEM: A espécie tipo tem origem na Malásia, Indonésia, Papua-Nova Guiné, Filipinas.

Nota: Foram desenvolvidas muitas plantas híbridas.

PORTE: De 20 a 50 cm de altura.

FOLHAS: De formato longo e lanceolado (lança) de coloração verde-escuro com manchas de tonalidade verde mais claro e bordas e nervura central com tons rosados.

Plantas para dentro de casa


FLORES: De valor ornamental secundário, ficam escondidas entre as folhagens

LUMINOSIDADE: Sombra ou meia-sombra, sem luz direta do sol entre 10h00 as 17h00.

ÁGUA: Manter o substrato úmido, mas não encharcado, regar 2 vezes por semana, com maior volume na época de dias mais quentes, quando a evaporação é maior e menos nos dias frios.

CLIMA: Quente e úmido.

Nota: Não tolera temperaturas muito baixas.

PODA: Retirar folhas secas.

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica. Mistura para vasos: 2 partes de composto orgânico, 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal.

FERTILIZAÇÃO: Fazer adubações mensais, suspendendo durante o inverno, com NPK, fórmula 10-10-10, sendo 1 colher de sopa para vasos pequenos a 3 colheres para vasos grandes, incorporar com cuidado ao substrato para não danificar raízes superficiais e regar em seguida.

Nota: Nunca colocar junto ao caule, sempre ao redor dele.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental quando cultivada em jardins internos e externos, em locais que não recebam luz direta do sol. Fica muito bem em vasos e floreiras.

PLANTA TÓXICA: Cuidados especiais com crianças e animais de estimação.

PROPAGAÇÃO: Segmentos de caule na forma de estaquia.

PREÇO: Em Holambra /SP o vaso (PT12) estava sendo comercializado por R$ 58,00 (junho/2021).

Quanto custa uma Aglaonema creta?