Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

17 de fev. de 2013

ACIDANTHERA - ( Gladiolus callianthus )


Bulbos espetaculares, fáceis de cultivar e com flores perfumadas.

ACIDANTHERA - ( Gladiolus callianthus )
NOME CIENTÍFICO: Gladiolus callianthus.

NOME POPULAR: Acidantera, Gladíolos-da-abissínia, Flor-pavão, Peacock-flower (inglês).

FAMÍLIA: Iridaceae.

ORIGEM: Madagascar, Etiópia.

FLORES: Brancas com manchas roxas ou vermelhas no centro, seu perfume é maravilhoso. A tendência é a floração iniciar no verão e ir até o outono.

ACIDANTHERA - ( Gladiolus callianthus ) - Detalhe das folhas

CULTIVO: A época ideal de replantar os bulbos é na primavera e no outono quando a planta entrar em dormência eles podem ser retirados do solo e guardados em locais bem ventilados, mas durante 2 a 3 anos eles poderão ficar no local onde foram plantados sem necessidade de remoção.

LUZ: Pode ser cultivado a sol-pleno ou meia-sombra.
ACIDANTHERA - ( Gladiolus callianthus ) - Detalhe da flor

ÁGUA: Preferem solos úmidos, mas não encharcados, regar 2 vezes por semana, durante o período de dormência não há necessidade de rega.

UTILIZAÇÂO: Fica muito bem em canteiros nos jardins, também pode ser utilizado como flor de corte, deixando o ambiente bem perfumado.

TABELA PRÁTICA:



Local de Plantio: Sol


Profundidade: 5cm


Espaçamento: 10 X 10 cm


Período de plantio até o florescimento: 60 à 70 dias


Altura da Flor: 60 à 90 cm


Período de Florescimento: 15 à 20 dias


Período do ciclo todo: 150 à 180 dias


Retirar o bulbo da terra: Após 2 ou 3 anos

Fonte: Produtor André Boersen

3 de fev. de 2013

JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )



Semi-herbácea bastante vigorosa


JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )

NOME CIENTÍFICO: Epipremnum pinnatum.




NOME POPULAR: Jibóia, jibóia-verde, era-do-diabo.




SINONÍMIA: Scindapsus aureus, Scindapsus pinnatus.




FAMÍLIA: Araceae.



CICLO DE VIDA: Perene.



ORIGEM: Ilhas Salomão (Oceano Pacífico - Malanésia).



PORTE: Seus ramos conforme a forma que é cultivada pode chegar atingir mais de 10 metros de comprimento.



FOLHAS: São brilhantes e pequenas, mas se forem cultivadas no solo e atingirem sua maturidade, ficam grandes, e apresentam variegações e recortes.



FLORES: Desconhecidas no Brasil.



LUMINOSIDADE: Meia-sombra ou sol pleno.



ÁGUA: Gosta de solo úmido, regar de 2 a 3 vezes por semana.


CLIMA: Aprecia clima quente e úmido. Não toleram geadas.



PODA: Para limitar seu crescimento pode ser podada sem problema.



CULTIVO: Gosta de solo rico em matéria orgânica. Sugestão de mistura para vasos: 02 partes de composto orgânico, 01 parte de terra vegetal e 01 parte de  terra comum de jardim.



FERTILIZAÇÃO: Aplicar 3 a 4 vezes por ano, NPK, fórmula 10-10-10, sendo de 1 a 3 colheres, conforme tamanho do vaso, sempre longe do caule, incorporando levemente ao substrato e regar em seguida.



UTILIZAÇÃO: Fica bonita em cestas suspensas, como forração em locais sombreados que não sofra pisoteio. Pode também ser conduzida como trepadeira, mas neste caso deve ter cuidado, pois ela pode sufocar a árvore que ela estiver subindo.



Nota: Uma boa planta para ser utilizada em ambientes internos que tenham boa luminosidade.


PROPAGAÇÃO: A multiplicação é muito fácil por estacas do caule.



PLANTA TÓXICA: Por ser uma planta tóxica quem tem crianças e animais de estimação, devem ter cuidados especiais.



PREÇO: Em Holambra/SP estava sendo comercializada por R$ 3,95 a cesta tamanho C21.

CONHEÇA O VÍDEO
(clique no link):
NOVAS FOTOS:

Vejam um vaso largado sem cuidado embaixo de uma árvore aqui na chácara, ela atingiu o solo e espalhou, as folhas ficaram um pouco maiores e a medida que vai crescendo solta raízes, pode ser cortados vários pedaços e formar novas plantas.

Crescimento JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )
JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum ) - Como cuidar e fazer mudas?
Crescimento JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )
JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum ) - Como cuidar e fazer mudas?
 Epipremnum pinnatum
JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum ) - Como cuidar e fazer mudas?
Como fazer mudas JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )
JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum ) - Como cuidar e fazer mudas?
Como fazer mudas JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum )
JIBÓIA-VERDE ( Epipremnum pinnatum ) - Como cuidar e fazer mudas?