27 de fev. de 2024

COLUMÉIA-DRAGÃO - ( Aeschynanthus speciosus )

Aeschynanthus speciosus


NOME CIENTÍFICO
Aeschynanthus speciosus.

NOME POPULAR: columéia-dragão.

FAMÍLIA: Gesneriaceae

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: É nativa sudeste da Ásia (península Malaia, Java e ilha de Bornéu),

PORTE: Suas hastes bastante ornamentais chegam a medir até 3 de comprimento.

 

CAULE: Hastes ramificadas, se estiver no solo ficam espalhadas e pendentes em cestas e jardineiras.

 

FOLHAS: De tamanho grande, medindo até 10 cm de comprimento por 4 cm de largura, de coloração verde-escuras, dispostas em grupos ao longo da haste em pares ou espirais de três.




FLORES: As inflorescências surgem  em grupos de 6-20 flores, de até 10 cm de comprimento. Tem coloração laranja/ avermelhadas, escura ao longo dos lobos inferiores, com o interior da boca laranja-amarelado e bordas escarlates. Surgem no verão. Tem duração curta, de dois ou três dias.



LUMINOSIDADE: Meia-sombra, não suporta luz direta do sol.

ÁGUA: O solo deve ser mantido sempre ligeiramente úmido mas não encharcado.


CLIMA: Aprecia clima quente: Tropical, Subtropical, Equatorial.

 

Nota: Não tolera baixas temperaturas.




PODA: Após a época de floração, estas plantas podem ser aparadas. Como as flores emergem das pontas dos talos, o corte excessivo pode dificultar o surgimento de novas flores.

Se a planta perder muitas folhas durante o inverno, fazer uma poda mais acentuada, cortar as hastes deixando cerca de 15cm acima de sua base.

CULTIVO: Gosta de solo fértil, solto, rico em matéria orgânica e bem drenado.

FERTILIZAÇÃO: Fertilizar na primavera-verão, com NPK 04-14-08 seguindo a orientação do fabricante.

UTILIZAÇÃO: Pode ser cultivada no solo como planta rasteira; em galhos de árvores como planta epífita; em cestas suspensas, como trepadeira em cercas e estruturas de arame.

Nota: Em árvores alimenta-se de folhas caídas, que se acumulam nas fendas dos galhos das árvores, não é uma parasita.


PROPAGAÇÃO: É feita por estaca de ponta 10-15cm de comprimento, em substrato mantido úmido em local com bastante claridade, mas sem receber luz solar.

PREÇO: Em Holambra / SP o vaso tipo cesta C21 estava sendo comercializado por 23,90. (fev. 2024)



11 de jan. de 2024

PLANTA-CARICATA-TRICOLOR, GRAPTOFILO-TRICOLOR ( Graptophyllum pictum 'Tricolor")

 

Arbusto de textura semi-herbácea.

Graptophyllum pictum 'Tricolor"


NOME CIENTÍFICO
Graptophyllum pictum 'Tricolor'

NOME POPULAR: planta-caricata-tricolor, graptofilo-tricolor. 

NOTA: Essa cultivar é semelhante a planta original, o que difere é o colorido mais intenso e os ramos que sustentam as folhas que são vermelhos.

FAMÍLIA: Acanthaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Nova Guiné.

PORTE: De 2 a 2,5 metros de altura.

FOLHAS: Tem coloração roxo-acobreado e no centro manchas róseo-esbranquiçadas, são brilhantes na face superior e opacas na inferior

Folhas daPLANTA-CARICATA-TRICOLOR, GRAPTOFILO-TRICOLOR


FLORES
: Tem coloração avermelhadas, apesar de não serem de destaque.

FRUTOS:

LUMINOSIDADE: Meia-sombra, não é aconselhável receber luz direta do sol nas horas mais quente do dia.

ÁGUA: Aprecia solo ligeiramente úmido, mas nunca encharcado.

CLIMA: Quente a temperado, não resiste a frio intenso (inferiores a 12ºC) e geadas.

PODA: Os ramos devem ser podados, irá estimular novas brotações. 

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica, que tenha boa drenagem e mantido úmido.

FERTILIZAÇÃO: Aplique NPK 10-10-10 cerca de 1 a 5 colheres de sopa (conforme tamanho da planta, ao redor do caule não junto a ele, incorpore levemente ao substrato para não danificar as raízes mais superficiais e regue em seguida.

UTILIZAÇÃO: Pode ser cultivada de forma isolada, agrupadas em grandes maciços, ao longo de muros e renques.

PROPAGAÇÃO: Por estacas que podem ser feitas em qualquer época do ano e por sementes.

PREÇO: Estava sendo comercializado por R$ 28,50 (PT 24) em 10/01/2024.

IMAGENS: Fiz na Garden Cidade das Flores em Holambra / SP.