Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

29 de dez. de 2013

ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )



Herbácea perene.
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
NOME CIENTÍFICO: Anemone coronaria.

Nota: Existe muitas cultivares desta planta, com formato, tamanho  e cores diversas.

NOME POPULAR: Anêmonas, anêmona-papoula.

FAMÍLIA: Ranunculaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Região do Mediterrâneo.

PORTE: De 20-40 cm de altura.

FOLHAS: Alternadas, bastante divididas de coloração verde claro.
 
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
FLORES: São individuais, numa longa haste, medem de 3-8 cm de diâmetro e são encontradas em diversas cores como brancas, vermelhas, azuis entre outras. A florada acontece no final do inverno e início da primavera.
 
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
LUMINOSIDADE: Sol pleno ou meia-sombra.

ÁGUA: Prefere solo mantido úmido, mas nunca encharcado.

CLIMA: Aprecia clima do Mediterrâneo (quente e seco no verão e moderado e úmido no Inverno). Resistente ao  frio, mas sensível a geadas.

PODA: Não necessária.

CULTIVO: Bastante rústica, resistente a pragas, aprecia solo rico em matéria orgânica com boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio misturar bem no solo esterco animal muito bem curtido

UTILIZAÇÃO: Como bordaduras, vasos e canteiros. Também é utilizada como flor de corte.

PROPAGAÇÃO: Bulbos, rizomas.

PLANTA TÓXICA: É uma planta tóxica, cuidados especiais com crianças e animais.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico de Barcelona - Espanha.

ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
MAIS FOTOS:
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )
ANÊMONA, ANÊMONA-PAPOULA ( Anemone coronaria )


28 de dez. de 2013

Eastern cape giant cycad - ( Encephalartos altensteinii )


Eastern cape giant cycad - ( Encephalartos altensteinii )

NOME CIENTÍFICO: Encephalartos altensteinii.

NOME POPULAR: Eastern cape giant cycad.

FAMÍLIA: Zamiaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Cabo Oriental África do Sul.

PORTE: De 4 a 5 metros de altura.

FOLHAS: Podem atingir de 1-3 metros de comprimento, tem coloração verde brilhante quando são novas e estão coberta de pelos. As pinas tem formato lanceolado e tem 1-5 espinhos nas margens. 

Eastern cape giant cycad - ( Encephalartos altensteinii )

Eastern cape giant cycad - ( Encephalartos altensteinii )
FRUTOS: Até a produção do seu primeiro cone, não tem como determinar se a planta é feminina ou masculina.


Nota: Os cones femininos são grandes, tem o formato de um abacaxi, enquanto que os masculinos de tamanho menor são cilíndricos com formato de um ovo.

TRONCO: Apesar de ter aparência lenhosa, a haste é composta de um tecido macio, protegido pela base de folhas que caíram.

LUMINOSIDADE: Sol pleno e meia-sombra.

ÁGUA: Apesar de até suportar seca, se desenvolve melhor em solo que tenha ligeira umidade, mas com excelente drenagem.

CLIMA: Aprecia clima quente no verão e frio no inverno.

PODA: Não necessária, apenas o corte de folhas secas com finalidade estética.

CULTIVO: De crescimento lento, aprecia solo rico em matéria orgânica e que tenha boa drenagem.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e filhotes que nascem ao redor da planta mãe.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico de Barcelona - Espanha.

Eastern cape giant cycad - ( Encephalartos altensteinii )

27 de dez. de 2013

GREVÍLEA DE JOHNSON - ( Grevillea johnsonii )


GREVÍLEA DE JONHSON - ( Grevillea johnsonii )

NOME CIENTÍFICO: Grevillea johnsonii.

Nota: O nome dado a esta variedade é uma homenagem ao Dr. Lawrence Johnson, ex-diretor do Jardim Botânico de Sydney - Austrália.

NOME POPULAR: Grevilea de Johnson.

FAMÍLIA: Proteaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Austrália.

PORTE: Arbusto atinge de 2 a 4,5 metros de altura.

FOLHAS: Finas e compridas, formato lanceolado, medem de 10 a 25 cm de comprimento, e 0,7 a 1,5 cm de largura.
 
GREVÍLEA DE JONHSON - ( Grevillea johnsonii )
FLORES: De coloração vermelha e branco-creme, são bastante ornamentais e exóticas, ocorrem quase o ano inteiro, mas principalmente no final do inverno e primavera.

Nota: É considerada uma das plantas que mais atraem beija-flores devido a grande quantidade de néctar em suas flores.

FRUTOS: Cápsulas com bastante semente.

TRONCO: Seu caule é bastante ramificado, pois a planta é um arbusto, que pode ser transformado numa arvoreta, cortando galhos laterais, deixando o principal.

ÁGUA: Mantenha o solo ligeiramente úmido regar 2 vezes por semana, não descuidar principalmente enquanto a planta ainda for jovem e nas épocas mais quentes se acontecer estiagens prolongadas.

CLIMA: Quente e úmido a ameno. Tolerante a geadas.

PODA: Pode ser realizada, poda de formação e retirada brotações laterais e galhos mal formados e secos.

CULTIVO: Gosta de solo fértil, que tenha bastante, matéria orgânica e boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio, abra uma cova de 40 x 40 cm e misture na terra retirada cerca de 20 a 30 litros de esterco de gado bem curtido, se for de aves a quantidade deve ser cerca de 1/3. Pode também ser aplicado NPK, fórmula 04-14-08, cerca de 10 colheres de sopa. Após 1 ano aplicar de 3 a 4 vezes por ano, começando com 3 colheres de sopa e indo aumentando a medida que a planta for crescendo, sempre ao redor do caule, nunca junto a ele.

UTILIZAÇÃO: : Principalmente devido sua baixa manutenção é muito utilizada em  praças públicas, mas fica maravilhosa em jardins isolada ou em grupos.

PROPAGAÇÃO: Por estacas e sementes.

PLANTA MEDICINAL: Utilizada como essência floral no tratamento de algumas doenças.

PLANTA TÓXICA: As flores e vagens das sementes são tóxicas.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico de Barcelona / Espanha.

GREVÍLEA DE JONHSON - ( Grevillea johnsonii )

16 de dez. de 2013

UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera )



Esta publicação contém apenas algumas informações básicas, quem desejar se aprofundar no assunto deve recorrer a diversos sites sobre o assunto, existentes na internet, como por exemplo:



UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera )


NOME CIENTÍFICO: Vitis vinífera.

Nota: Existem milhares de variedades de espécies.

NOME POPULAR: Videira, vinha, parreira.

FAMÍLIA: Vitaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Oriente Médio.

PORTE:Trepadeira com dimensões indefinidas, para frutificar devem ser podadas.
 
UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera )
FOLHAS: As folhas de parreira são muito usadas na cozinha grega e do Oriente.
 
FRUTOS: Em cachos, de formato arredondado, com película que envolve e protege a baga.
 
UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera )
TRONCO: De textura lenhosa, sendo uma trepadeira necessita de um sistema de condução (geralmente mourões e arame).

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Antes de ser podada e durante frutificação mantenha o solo sempre úmido, regue pelo menos 2 vezes por semana se não ocorrer chuvas significativas.

CLIMA: Apesar de a maioria apreciar clima temperado, existem variedades para climas tropicais e subtropicais.

PODA: No primeiro ano do plantio, deve ser cortado cerca de 2 terços do caule, deixando uma gema viçosa. No segundo e terceiro anos devem ser podados os ramos também na mesma medida anterior e finalmente a partir dos anos seguintes com a planta já presa em arames corte deixando de duas a três gemas em cada ramo.

UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera )
Nota: A colheita pode ser feita em torno de 120 a 150 dias após o início da brotação que se segue ao repouso.

CULTIVO: Prefere solos profundos, soltos, pedregosos com boa drenagem e ricos em matéria orgânica. Precisa de um período de repouso anual que pode ser através do frio ou seca, não gosta de solos com muita umidade.
 
UVA - Videira, vinha, parreira ( Vitis vinífera ) - Roseira plantada para detectar ataque de pragas
FERTILIZAÇÃO: Aplicar composto orgânico e esterco animal muito bem curtido.

UTILIZAÇÃO: É considerada um dos frutos mais saudáveis do mundo, consumida ao natural, na fabricação de vinhos, sucos e passas.

PLANTA MEDICINAL: Muito útil como laxante, tem ação diurética e fortifica os rins, além do açúcar, contém ferro, cálcio, fósforo e vitaminas A, B1, B2 e C. Transformada em vinho, em especialmente o tinto tem propriedades medicinais espetaculares, na prevenção e cura de diversas doenças.

PROPAGAÇÃO: Estacas ou enxertia.
 
Sommelier Luciano na Casa Geraldo em Andradas - MG
FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei em Andradas / SP na Vinícola Casa Geraldo.