Atenção leitores

ESTAMOS TRABALHANDO PARA MELHORAR O BLOG - Algumas janelas ainda não estão prontas - Desculpe o transtorno,
Não trabalhamos com venda de plantas e não enviamos sementes.

FEEDBACK - Agradecemos o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que temos escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

COMENTÁRIOS - Tentamos responder os comentários na medida do possível, infelizmente não estamos conseguindo atender a todos. Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

TESOURINHA-DO-CAMPO, TESOURA - ( Tyrannus savana )

TESOURINHA-DO-CAMPO, TESOURA - ( Tyrannus savana )

NOME POPULAR
: tesoura, tesoureira, tesourinha-do-campo

NOME CIENTÍFICO: Tyrannus savana.

FAMÍLIA: Tyrannidae.

ALIMENTAÇÃO: frutos e insetos.

TESOURINHA-DO-CAMPO, TESOURA - ( Tyrannus savana )

CORES: Tem um capuz negro, e dorso cinza uniforme, os machos têm as duas penas da cauda um pouco maiores que as da fêmea.

REPRODUÇÃO: No Brasil ocorre entre os meses setembro a dezembro, o ninho tem de 1 a 3 ovos, não é bem feito e é facilmente derrubada por ventos fortes, a taxa de sucesso é menos que 40%, a incubação leva em torno de 13 a 14 dias, os pais se revezam na criação dos filhotes, após 15 dias eles deixam o ninho.

AVE MIGRATÓRIASe reproduzem da região central para o sul da América do Sul de setembro a janeiro, migrando para o norte da América do Sul para passar a temporada de não reprodução.

TESOURINHA-DO-CAMPO, TESOURA - ( Tyrannus savana )

SITE DE REFERÊNCIA
:  
http://www.wikiaves.com.br/tesourinha

MÃE-DE-MILHARES, MOTHER OF THOUSANDS - ( Kalanchoe daigremontiana )

MÃE-DE-MILHARES, MOTHER OF THOUSANDS - (  Kalanchoe daigremontiana )

NOME CIENTÍFICOKalanchoe daigremontiana.

NOME POPULAR: mãe-de-milhares, mãe-de-muitos, Mother of Thousands (inglês).

SINONÍMIABryophyllum daigremontianum.

FAMÍLIA: Crassulaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Madagascar.

PORTE: Pode atingir até 1 metro de altura.

FOLHAS: Suculentas, de coloração verde médio / acinzentado, com manchas rochas na face inferior, mede cerca de 15-20 cm de comprimento, por um pouco mais de 3 cm de largura.

MÃE-DE-MILHARES, MOTHER OF THOUSANDS - (  Kalanchoe daigremontiana )

LUMINOSIDADE: Meia-sombra ou sol pleno.

Nota: A luz direta do sol nas horas mais quente do dia em lugares de clima quente poderá deixar as folhas “queimadas”.

ÁGUA: Como todas as plantas suculentas, como acumulam água, regar 1 vez por semana, permitindo que o substrato seque quase completamente entre duas regas.

Nota: Nunca deixe água acumulada, porque irá apodrecer as raízes e folhas e matar a planta.

CLIMA: Aprecia clima quente, não suporta frio intenso.

PODA: Apenas a retirada de ramos secos e desbaste para conter expansão da planta se achar necessário.

CULTIVO: Utilizar um substrato que tenha boa drenagem e não retenha água, sugestão: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de areia grossa.

FERTILIZAÇÃO: No outono, aplicar NPK 04-14-08 a cada 15 dias, cerca de 1 a 3 colheres de sopa, conforme tamanho do vaso, incorporar ao substrato com cuidado para não danificar as raízes da planta e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, fica muito bonita em vasos e jardineiras.

Nota: Para cultivar diretamente no solo, é necessário que ele tenha boa drenagem, o que pode ser conseguido com a substituição de parte dele em profundidade e largura onde for plantada.

PROPAGAÇÃO: É feita por brotos que nascem nas folhas e ao cair no solo continuam a propagação da espécie.

Nota: A melhor época para fazer mudas é na primavera ou no verão, basta remover as mudinhas que já estão com pequenas raízes e coloca-las em substrato adequado, o crescimento é relativamente rápido.

PLANTA TÓXICA: Cuidados especiais com crianças e animais domésticos, pois todas as partes da planta são baste tóxicas e conforme quantidade ingerida poderá levar a morte.

PLANTA MEDICINAL: Tem propriedades medicinais, sendo utilizada no tratamento de várias doenças, entre elas o câncer.

Atenção: A utilização da planta para fins medicinais deve ser usada da forma e dosagem correta, para não ter efeito contrário ao desejado, vejam que é uma planta tóxica.

PRAGAS E DOENÇAS: Umidade em excesso, causam o aparecimento de manchas nas folhas, causadas por fungos, para tratar manter a planta em local arejado e aplicar fungicida que é feito a base de cobre.

MÃE-DE-MILHARES, MOTHER OF THOUSANDS - (  Kalanchoe daigremontiana )


FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Orto Botânico de Roma – Itália.

BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)

Herbácea de grande porte
BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)

NOME CIENTÍFICOPhytolacca dioica L.

NOME POPULAR: ombu, umbu, bela-sombra, cebolão, maria-mole, ombú-elephant-tree (em inglês).

Nota: O nome ombu deriva da palavra guarani que significa sombra.

SINONÍMIAPhytolacca arbórea, Phytolacca populifolia, Pircunia dioica.

FAMÍLIA: Phytolaccaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: América do Sul, região dos pampas (Argentina, Uruguai e Brasil).

Nota: Utilizada como árvore ornamental nos países de clima mediterrânico.

PORTE: Pode atingir de 12 a mais de 20 metros de altura.

FOLHAS: Simples, de 20-25 cm de comprimento, de coloração verde escura e com brilho na face superior e verde de tonalidade mais clara e esbranquiçada na face inferior.
 
BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)
BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)
BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)

FLORES
: Medindo até 15 cm de comprimento, se formam em racemos na extremidade dos ramos, são pequenas, com muitos estames e tem coloração esbranquiçada.
 
Flores: BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)
FRUTOS: É uma baga de casca amarela, de polpa macia, contendo muitas sementes que medem cerca de 3 mm de coloração cinza-escuro ou negra.
 
Frutos: BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)
Nota: Os frutos são apreciados por pássaros.

Frutos: BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)

Frutos: BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)

TRONCO: Grosso, intumescido na base, medindo cerca de 8-160 cm de diâmetro, bastante porosa e leve.
 
Tronco: BELA-SOMBRA, OMBU, OMBÚ-ELEPHANT-TREE - ( Phytolacca dioica L.)
Nota: Apesar de ter aparência de uma árvore, na realidade é uma herbácea, não tem madeira no seu caule.

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Gosta de solo ligeiramente úmido e não tolera encharcamento, seu tronco acumula água para resistir a épocas mais secas.

CLIMA: Temperado, resiste geadas.

PODA: Não necessária, apenas retirada de galhos secos e mal formados.

CULTIVO: De fácil cultivo e crescimento rápido.

UTILIZAÇÃO: Bastante ornamental, mas devido às dimensões da planta, só deve ser utilizada em jardins de médio a grande porte, suas raízes na busca constante por umidade são bastante agressivas.  

Nota: Utilizada em técnicas de bonsai, principalmente devido o engrossamento do caule junto a base e ao rápido crescimento.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, tem elevada taxa de germinação (cerca de 90%), a emergência acontece em 1 a 2 semanas.

PLANTA TÓXICA: A seiva é tóxica e tem cheiro ruim, com isso a planta não é atacada por animais herbívoros e insetos.

PLANTA MEDICINAL: Tem propriedades medicinais, utilizado para dores reumáticas, atrite e como laxativos.

PRAGAS E DOENÇAS: Devido a sua seiva tóxica, a planta resiste bem a ataque de insetos.


FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Orto Botânico em Roma / Itália.

PALMA DE SANTA RITA, GLADÍOLO

Gladíolo My Love
Gladíolo Black Velvet
Gladíolo Peter Pears
Gladíolo Black Star

Gladíolo Solist
Gladíolo Farah
Gladíolo Kitty
Gladíolo Anouk
Gladíolo Fiorentina
Gladíolo Volare
Gladíolo Green Star
Gladíolo Zizane
Gladíolo Marsh Frizzle
Gladíolo Spic and Span
Gladíolo VUVUZELA - (Tango)
Gladíolo Traderhorn

PARA CONHECER A PLANTA EM DETALHES
(clique no link):



IMAGENS: Fotografei na EXPOFLORA/ 2017 realizada em Holambra /SP.

PRODUTOR: André Boersen.


36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP

Olá amigos!
Algumas imagens que fiz na 36ª EXPOFLORA - 2017 em Holambra / SP.


36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP
36 ª EXPOFLORA 2017 - Holambra / SP


Meu Cantinho Verde - 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINAS

Meu Cantinho Verde - 10 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES DE PÁGINAS


PATA-DE-VACA - Bauhinia variegata