Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

27 de mai. de 2019

GUAÇATUNGA - ( Casearia sylvestris )

GUAÇATUNGA

Casearia sylvestris




NOME CIENTÍFICOCasearia sylvestris.

NOME POPULAR: guaçatunga, guaçatonga, cambroé, chá-de-bugre, café-do-mato, cafezeiro-do-mato, café-do-diabo, varre-forno, erva-de-pontada, pau-de-lagarto.

SINONÍMIACasearia punctata, Casearia samyda, Casearia parviflora, Casearia ovoidea, Casearia caudata, Casearia subsessiliflora.

FAMÍLIA: Flacourtiaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: América do Sul, principalmente no Brasil.

PORTE: De 4 a 6 metros de altura.

FOLHAS: Perenes, assimétricas, alternas, medindo 6-12 cm de comprimento e 3-5 cm de largura, com a página (lado) superior brilhante.

FLORES: As inflorescências são formadas por pequenos cachos, são de coloração creme-esbranquiçada, de aroma forte, se formam na base do pecíolo das folhas, floresce no inverno.

FRUTOS: São cápsulas ovoides deiscentes (se abrem quando ficam maduros), começam a amadurecer no final do inverno, são pequenos, medem de 3-4 mm de diâmetro, quando maduros se tornam vermelho-alaranjados, contém cerca de três sementes de cor marrom.
TRONCO: Mede de 20-30 cm de diâmetro, madeira dura, moderadamente pesada.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, meia-sombra.

ÁGUA: Enquanto a planta ainda for jovem, devem ser regadas duas vezes por semana, depois de estabelecida, somente no caso de estiagens prolongadas.

CLIMA: Gosta de clima quente e úmido e temperado.

PODA: Não há necessidade, apenas de formação com a retirada de galhos secos e mal formados e brotações que nascerem no caule mais próximo ao solo.

CULTIVO: Depois de 4 meses do plantio em sacos individuais ela poderá ser levada para o local definitivo

FERTILIZAÇÃO: Não é exigente, mas por ocasião do plantio no local definitivo, misture na terra retirada da cova, esterco animal sempre muito bem curtido ou composto orgânico.

UTILIZAÇÃO: Além de suas propriedades medicinais, por ser uma árvore de pequeno porte, pode ser usada na arborização urbana.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, colocadas para germinar logo que são colhidas quando os frutos iniciarem a abertura espontânea.

Nota: A emergência ocorre entre 20-30 dias, a taxa de germinação é baixa.   

PLANTA MEDICINAL: Tem propriedades medicinais, sendo suas folhas, cascas e raízes utilizadas no tratamento de diversas moléstias.

PREÇO:

FOTOS DESTA POSTAGEM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário