Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

14 de out de 2015

PALMEIRA-RABO-DE-RAPOSA - ( Wodyetia bifurcata )

PALMEIRA-RABO-DE-RAPOSA - ( Wodyetia bifurcata )

NOME CIENTÍFICO: Wodyetia bifurcata

Nota: Conhecida mundialmente, apesar de ter descoberta relativamente recente 1978 e descrita em 1983, o nome aborígene australiano "Wodyeti" e  "bifurcata", que no latim significa "duas vezes divididas" em relação a suas folhas, dão origem ao nome científico.

NOME POPULAR: rabo-de-raposa.

FAMÍLIA: Arecaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Austrália - Queensaland.

PORTE: De 8 a 12 metros de altura.

FOLHAS: Sua copa é composta de 8 a 10 folhas, com folíolos estreitos, com folíolos bastante estreitos, que despontam de todos lados,  de aspecto plumoso lembram uma cauda de raposa, daí seu nome popular.

FLORES: Se formam abaixo do palmito, as inflorescências é formada por muitas flores de coloração branca.

FRUTOS: De coloração vermelho-alaranjado quando maduros, contendo uma única semente.

TRONCO: Mede cerca de 15 a 25 cm, tem coloração levemente acinzentada, um pouco dilatada no meio.
 
PALMEIRA-RABO-DE-RAPOSA - ( Wodyetia bifurcata )
LUMINOSIDADE: Sol pleno ou meia-sombra.

ÁGUA: Aprecia solo mantido levemente úmido, mas não encharcado, principalmente quando jovem não descuidar de regas.

CLIMA: Quente a temperado ameno.

PODA: Não é necessária, porque a planta promove esta operação deixando cair às folhas mais velhas.

CULTIVO: De crescimento relativamente rápido, se desenvolve melhor em solos ricos em matéria orgânica com boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio misture bem na terra retirada da cova composto orgânico ou NPK fórmula 10-10-10.

UTILIZAÇÃO: É atualmente uma das palmeiras preferida, ficando maravilhosa em grandes jardins, cultivada de forma isolada ou em pequenos grupos.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, despolpadas e escarificadas.

PRAGAS: Como na maioria das palmeiras e coqueiros é atacada pelas lagartas da borboleta Brassolis sophorae, que normalmente são mais de 50 e ficam no casulo durante o dia e à noite saem para devorar as folhas.

PREÇO: Estava sendo comercializada por R$ 450,00.
 
Valor particado

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na Tropical Plantas no Gran Flora do Veiling Holambra / SP.

2 comentários:

  1. BOM DIA! TENHO UMA PALMEIRA, QUE NÃO SEI QUAL A ESPÉCIE; GANHEI COMO PALMITO DOCE. ACONTECE QUE PLANTEI EM UM LOCAL QUE NO MOMENTO ELA NÃO PODERÁ FICAR, POIS TENHO QUE FAZER OBRA NO LOCAL. PRECISO RETIRÁ-LA DE LÁ, DE PREFERÊNCIA SEM MATÁ-LA, SÓ QUE ELA JÁ TEM 3 ANOS E ESTÁ COM MAIS DE 3 METROS, COM UM TRONCO DE MAIS OU MENOS 20 CENTÍMETROS DE DIÂMETRO. COMO FAÇO PARA RETIRÁ-LA E PLANTÁ-LA EM OUTRO LOCAL?
    OBRIGADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Antonio de Pádua, Bom Dia.
      As palmeiras são relativamente fáceis de transplantar com sucesso, porque tem suas raízes em forma de cabeleira.
      Cave em volta deixando um torrão de forma que depois consiga transportar para um novo local, cubra com sacos de linhagem e mantenha úmido, quando verificar que raízes estiverem brotando amarre bem para não desmanchar o torrão e corte a parte inferior, no novo local faça uma cova de pelo menos o dobro do tamanho.
      Boa Sorte.
      Um abração!

      Excluir