21 de jan. de 2012

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana )


Suculenta anã.

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana )
NOME CIENTÍFICO: Lithops karasmontana.

Nota: Do grego: lithos = pedra, ops = forma.

NOME POPULAR: Lateritia, pedra-viva, planta-pedra.

Nota: A planta tem esta camuflagem incomum, parecendo com pedras como forma de proteção, assim animais de pasto acabam ignorando-as.

FAMÍLIA: Aizoaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Sul da África.

PORTE: Menos de 10cm não contando a altura das flores.

FOLHAS: Formam grupos de 2 folhas acopladas, são bem grossas e tem a finalidade de armazenar água para sobreviver por meses sem chuva. Tem o formato de um cone invertido, da fenda entre as duas folhas irão surgir novas folhas e as velhas irão murchar.

PLANTA-PEDRA - ( Lithops karasmontana ) - Detalhe de um par de folhas
FLORES: Bem maiores que o corpo da planta, de coloração branca, abrem-se a noite.

TRONCO: Praticamente sem caule, ele é muito curto e fica abaixo do nível do substrato.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra. Precisa de ambiente com bastante claridade, mas sem sol direto nas horas mais quentes do dia, pois queimam suas folhas.

ÁGUA: Necessita de pouca água, deixar que o substrato seque entre as regas.

Nota: Não é uma planta de cultivo fácil para iniciantes, pois tem “macetes” de regas em determinadas épocas do ano ou deixá-la até sem, mas de uma forma geral “é preferível pecar pela falta do que pelo excesso”. Durante a dormência da planta que ocorre no verão, diminua drasticamente a quantidade. Água em excesso mata a planta.

CLIMA: Quente.

PODA: Retirar as folhas quando estiverem secas.

CULTIVO: Deve ser cultivada em substrato que tenha ótima drenagem. Sugestão de mistura: 2 partes de areia grossa de construção, 1 parte de terra vegetal e 1 parte de terra comum de jardim. De crescimento lento costumam desenvolver por ano apenas um par de folhas.

UTILIZAÇÃO: Para sua coleção de suculentas, principalmente em áreas protegidas. Para ser usada em áreas externas, principalmente em regiões de índice pluviométrico baixo, a drenagem do solo e luminosidade devem ser rigorosamente seguidas para que a planta não morra.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e por enxerto (exige habilidade)

PREÇO: No CEASA de Campinas, no box H18,  estava sendo comercializado por R$ 20,00.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no CEASA de Campinas/SP.

2 comentários:

  1. Muito legal!...não conhecia.
    bom final de semana

    ResponderExcluir
  2. Olá Juliana, Boa Tarde!
    Obrigado pela visita.
    Sempre me sobra um tempinho, visito seu blog "Colhendo flores entre espinhos"
    Um abração

    ResponderExcluir