Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

20 de mai. de 2012

GUARIBU-PRETO - ( Astronium concinnum Schott )

Clique para ampliar
Astronium concinnum Schott.
NOME CIENTÍFICO: Astronium concinnum Schott.

NOME POPULAR: Guaribu-preto, guarabu-preto, guarabu-marcineiro, gonçalo-alves, gibata, gibata-preto, gibatão-rajado, aderno-preto, mucuri, aroeira-mucuri, mirueira.

SINONÍMIA: Astronium macrocalyx, Myracrodruon macrocalyx.

FAMÍLIA: Anacardiaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: Atinge até 40 metros de altura.

Nota: Por ter menos competição pela luz do sol, fora da mata tem menor tamanho.

TRONCO: Produz uma madeira de excelente qualidade, resistente ao ataque de insetos, muito pesada e dura ao corte. Atinge de 90 a 140 cm de diâmetro.
 
Clique para ampliar
Astronium concinnum Schott - Detalhe do tronco
 FLORES: Sua florada pode ocorrer do outono a primavera, conforme ambiente que estiver cultivada, a inflorescência ocorre na ponta dos ramos contendo uma grande quantidade de pequenas flores de coloração amarela, depois passando para rosado durante frutificação.

FRUTOS: Logo após o florescimento ocorre a maturação dos frutos, que são pequenos medindo menos de 1cm.

FOLHAS: De coloração verde escura e brilhantes, são compostas, com cerca de 5 a 7 folíolos. 

Clique para ampliar
Astronium concinnum Schott  - Detalhe da folha pinada

LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Prefere solo úmido mas não encharcado, regar 2 vezes por semana, principalmente enquanto for jovem, depois de adulta, só no caso de estiagens muito prolongadas.

CLIMA: Quente.

PODA: Não necessária. Quando jovem pode ser feito o desbaste de ramos e depois podas de limpeza.

CULTIVO: Prefere terrenos argilosos de encosta, pois conseguem reter umidade sem encharcar.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio, abra uma cova de pelo menos  o dobro do tamanho do torrão. Numa cova de 40 X 40 cm misture bem na terra retirada cerca de 10 colheres de NPK, fórmula 10-10-10.

UTILIZAÇÃO: Uma bela árvore que pode ser aproveitada também como ornamental, pois fornece uma boa sombra. Utilizada em fazendas, chácaras, praças públicas e grandes jardins.

PROPAGAÇÃO: Por sementes que devem ser colhidas logo que começar a queda, uma vez semeadas, em menos de 1 mês ocorre a emergência

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, localizado em Nova Odessa / SP.onde esta árvore pode ser vista bem de pertinho. O endereço do local está na margem direita do blog, é só clicar na figura para entrar.

4 comentários:

  1. Essa madeira tem um cerne muito bonito.Produz lindos móveis.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de obter a semente dessa especie.

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Se possível, gostaria que incluísse no artigo fotos das flores e sementes, visto que não há nada relacionado que se encontre na internet. Isso facilitaria o acesso à informação de inúmeros leitores que, assim como eu, gostariam de uma referência para melhor identificar tanto a flor quanto o fruto dessa árvore no quintal de casa.

    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carlos Henrique, Bom Dia!
      Como deve ter lido, as imagens fiz no Jardim Botânico Plantarum, em nova Odessa/ SP, na ocasião não havia flores e frutos na árvore, então ficou faltando essa informação, tão logo consiga essas imagens, irei colocar aqui.
      Um abração!

      Excluir