Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

1 de mai de 2012

MUSSAENDA-BRANCA - ( Mussaenda philippica )


Arbusto ornamental.
 Clique para ampliar
Mussaenda philippica

NOME CIENTÍFICO:  Mussaenda philippica.

NOME POPULAR: Mussaenda branca.

FAMÍLIA: Rubiaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Ásia, Filipinas, Nova Guiné.

PORTE: Chega atingir cerca de 2,5 metros de altura.

FOLHAS: Tem formado meio ovalado, de coloração verde um pouco mais escuro na página (lado) superior e um verde mais claro e opaco na página inferior. As nervuras são bem definidas.
  Clique para ampliar
Detalhe da folha, página superior
 Clique para ampliar
Detalhe da folha, página inferior
 
FLORES: Suas inflorescências são terminais, com flores bem pequenas de coloração amarela / laranja, no formato de uma estrela de 5 pontas. Estas flores estão protegidas por brácteas (folhas modificadas) de coloração branca. A florada acontece durante a primavera e verão.

 Clique para ampliar
Pequenas flores de 5 pontas
  Clique para ampliar
Muitas brácteas brancas protegendo a flor
TRONCO: Textura semi-lenhosa.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, tolera meia sombra, porém a florada é menos intensa.

ÁGUA: Regar 2 vezes por semana, de forma moderada, sem encharcar.

CLIMA: Aprecia clima quente e úmido, não tolera frio intenso.

PODA: Para estimular novas brotações e dar forma na planta, ela deve ser feita após término da florada.

CULTIVO: Gosta de solo rico em matéria orgânica, que tenha boa drenagem. Sugestão de mistura para vasos: 1 parte de terra comum de jardim, 1 parte de terra vegetal e 2 partes de composto orgânico.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda, misturar bem a terra retirada cerca de 10 colheres de sopa de NPK, fórmula 04-14-08. Após 12 meses aplicar de 3 a 4 vezes por ano, cerca de 3 colheres de sopa ao redor do caule (nunca junto a ele). Com o crescimento, a quantidade pode ser aumentada gradativamente. Incorporar levemente ao solo e regar em seguida.

Nota: Adubações periódicas é o caminho, para se obter magníficas floradas.  

UTILIZAÇÃO: Fica bem junto a muros, em cerca-viva e renques, de forma isolada ou em grupos. Pode também ser plantada em grandes vasos.

Nota: Para que adquira porte de uma arvoreta, à medida que for crescendo, devem ser cortados brotações laterais.

PROPAGAÇÃO: Multiplica-se por estaquia e alporquia.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei no Jardim Botânico Plantarum, em Nova Odessa / SP, onde ela outras maravilhosas plantas ornamentais, podem ser vistas em todos seus detalhes. O link está na margem direita deste blog.

5 comentários:

  1. Obrigado por compartilhar ela é linda, a rosa também.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá Bete, Boa Tarde!

    Obrigado pela visita, realmente a Mussaenda-rosa (Mussaenda alicia) é também maravilhosa.

    Um abração!

    ResponderExcluir
  3. Tentei de todas as formas fazer estaquia de Mussaenda-Rosa, mas não consegui. Fui consegui com alporquia, pois depois de 2 meses, já tinha uma raiz de 3cm, aí eu cortei o galho e plantei. Não sei se vai pegar, pois a raiz ainda tá bem pequena, mas agora que eu já sei, vou deixar o próximo alporque pelo menos uns 4 meses

    ResponderExcluir
  4. Experimente fazer estaquia em substrato rico em materia organica ou palha de arroz com terra de jardim. O substrato deve ser bem leve para não apodrecer a estaca. Utilize estacas que tenham a espessura de um dedo. A dica que deixo é fazer estaquia em estufa, isso melhora e agiliza os resultados. Sou apaixonado por mussaendas, boa sorte!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do blog. Os outros blog ou sites em que tinha entrado até agora nenhum continha tanta informação quanto este sobre a espécie. Conteúdo muito bem explicado e detalhado. Obrigado por compartilhar.

    ResponderExcluir