Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

1 de fev de 2019

ARÁLIA-JAPONESA , FÁTSIA - ( Fatsia japonica. )


Arbusto semi-lenhoso.
Imagem: Wikimedia Commons

NOME CIENTÍFICOFatsia japonica.


NOME POPULAR: arália-japonesa, fátsia.


SINONÍMIAAralia japonica.

FAMÍLIA: Araliacee.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Japão e Coreia do Sul.

PORTE: De 1 - 3 metros de altura.

Nota: Encontrando condições favoráveis ou a procura por mias luz no meio de outras árvores maiores, pode atingir alturas maiores.

FOLHAS: Grandes, de coloração verde escuro brilhante, sustentadas por um longo pecíolo, medem cerca de 45 cm de diâmetro, com sete a nove segmentos com recortes profundos.

FLORES: As inflorescências despontam nas extremidades dos ramos com várias hastes tendo em sua ponta em forma de um globo inúmeras pequenas flores de coloração branca.

FRUTOS: Das flores surgem os frutos de coloração negro arroxeado no inverno.

TRONCO: De textura semi-lenhosa, ereto, pouco ramificado.

LUMINOSIDADE: Meia-sombra.

Nota: Aprecia muita claridade, mas não suporta luz direta do sol nas horas mais quente do dia (das 11h00 as 17h00)

ÁGUA: Gosta de solo úmido, mas não encharcado, regar 2 vezes por semana, com maior volume na época de dias mais quentes.

CLIMA: Prefere clima Temperado e frio, é tolerante ao clima subtropical, desde que seja em regiões de altitude onde a temperatura é mais baixa.

PODA: Não necessária, apenas a retirada de partes secas.

CULTIVO: Solo rico em matéria orgânica, mantido úmido e com boa drenagem.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio da muda, misture bem no substrato ou terra, esterco animal sempre muito bem curtido ou composto orgânico.

Nota: Para manutenção aplique NPK 10-10-10 ou 04-14-08 em quantidade inicial de três colheres de sopa, indo aumentando conforme crescimento da planta, sempre ao redor do caule nunca junto a ele, incorporar com cuidado para não danificar as raízes e regar em seguida.

UTILIZAÇÃO: Fica bonito de forma isolada, em grupos ou fazendo composição com outras plantas de tamanhos diferentes

Nota: Em sua fase inicial de crescimento pode ser cultivado em vasos em locais que recebam bastante claridade.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, estaquia e alporque.

FOTOS DESTA POSTAGEM:

Nenhum comentário:

Postar um comentário