Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

17 de jan. de 2019

AZEVINHO-JAPONÊS, JAPANESE HOLLY - ( Ilex crenata )


Arbusto ou Pequena Árvore

NOME CIENTÍFICOIlex crenata.


NOME POPULAR: azevinho-japonês, Japanese Holly.


FAMÍLIA: Aquifoliaceae.

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Leste da China, Japão, Coreia, Taiwan e Sakhalin.

Nota: Existe muitas cultivares, com folhas, tamanho da planta, cores, etc. diferentes da planta original.

PORTE: Em média atinge de 3-5 metros de altura.

Nota: Encontrando condições satisfatórias em relação a solo, clima, região e tratos culturais pode chegar a alturas maiores.

FOLHAS: Espessas, rígidas, de formato elíptico ovalado, com a ponta arredondada, medem cerca de 1,0 a 3,0 cm de comprimento e 1,0 a 1,7 cm de largura, tem coloração verde escuro brilhante, as margens são onduladas e podem ter espinhos.

FLORES: São bem pequenas, com 4 lóbulos, de coloração esbranquiçadas ou amarelas, aparecem durante o verão.

Nota: São plantas dioicas, ou seja tem plantas masculinas e femininas e somente a feminina gera frutos.

FRUTOS: É uma drupa de coloração negra de com 0,5 cm de diâmetro, contendo quatro sementes.

Nota: Esses frutos são tóxicos.

TRONCO: Chega a 20 cm de diâmetro.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, meia-sombra.

Nota: Em regiões de clima mais quente não deve receber o sol direto nas horas mais quentes do dia (em torno das 10h00 as 16h00).

ÁGUA: Gosta de solo úmido, mas não encharcado, regar de 2 a 3 vezes por semana, por ocasião de clima mais quente colocar maior quantidade.

CLIMA: Gosta de clima temperado e tolera o subtropical desde que seja em regiões serranas.

PODA: Aceita bem ser podado, usado em trabalhos topiários esculturais.

CULTIVO: Aprecia solo ácido (pH 3,6 a 6,0), rico em matéria orgânica, com boa drenagem, mantido úmido.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião do plantio misture na terra retirada da cova, esterco animal sempre muito bem curtido ou composto orgânico. Após 1 ano começa aplicar ao redor da planta (nunca junto ao caule), NPK 10-10-10, de 2 a 5 colheres de sopa (conforme tamanho da planta), incorpore ao solo e regue em seguida.

UTILIZAÇÃO: Semelhante ao nosso conhecido buxinho (Buxus sempervirens), é usado em cercas vivas e bordaduras e bonsai.

Nota: A diferença marcante em relação ao buxinho são as folhas que são alternadas e não opostas.

PROPAGAÇÃO: Por estaquia.



Nota: Pode ser feita por sementes nas regiões de origem.

PLANTA TÓXICA: Cuidado com crianças e animais pois as frutinhas são tóxicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário