Atenção leitores

Não trabalho com venda de plantas e não envio sementes.
COMENTÁRIOS - Peço desculpa. Infelizmente não estou conseguindo responder os comentários no tempo devido, na medida do possível vou fazendo
Os comentários passam por moderação e não são publicados de imediato, não serão aceitos comerciais.

FEEDBACK - Agradeço o recebimento de quem tem informações adicionais sobre as plantas postadas neste blog, especialmente se não concordarem com o que tenho escrito ou se têm dicas culturais adicionais, pois isso certamente ajudaria a todos.

20 de jan. de 2019

JULIANA-DOS -JARDINS - ( Hesperis matronalis )


NOME CIENTÍFICO: Hesperis matronalis.


NOME POPULAR: Juliana-dos-jardins, juliana, foguete-da-dama, dame's rocket, damask-violet, dame's-violet, dames-wort, dame's gilliflower, night-scented gilliflower, queen's gilliflower, rogue's gilliflower, summer lilac, sweet rocket, mother-of-the-evening, and winter gilliflower.




FAMÍLIA: Brassicaceae.

CICLO DE VIDA: Bienal.

Nota: Pode ser uma planta perene, no seu local de origem.

ORIGEM: Europa e Ásia.

PORTE: As hastes chegam a medir até 1 metro de comprimento.

FOLHAS: Simples (não são compostas por muitos folíolos), de coloração verde-escura, com formato lanceolado (lança), as que nascem mais próximas a base são maiores e tem pecíolo, em direção ao topo são menores e sem pecíolo, são encobertas por uma fina pelugem, com textura áspera.

FLORES: Suas inflorescência despontam na extremidade dos ramos, são cachos formados por várias pequenas flores, com quatro pétalas, medem cerca de 1,2 cm de diâmetro, é vista nas cores branca e lilás.

Nota: Suas flores exalam perfume  durante à noite, e ricas em néctar/pólen, atrai abelhas, borboletas e outros insetos polinizadores.

FRUTOS: O fruto quando maduro, abre de forma espontânea e libera as sementes.

TRONCO: Pode se tornar lenhoso, os ramos a exemplo das folhas também são encobertos por pelos.

LUMINOSIDADE: Sol pleno, meia-sombra.

ÁGUA: Aprecia solo úmido, mas não encharcado.

CLIMA: Gosta de temperatura amena, suporta clima subtropical em regiões de altitude.

PODA: A planta depois de estabelecida se torna invasiva, para quem quiser evitar sua expansão, deve sempre retirar novas brotações que surgirem em locais não desejáveis.  

CULTIVO: Aprecia solo rico em matéria orgânica, que tenha boa drenagem e mantido úmido.

FERTILIZAÇÃO: Por ocasião da preparação do canteiro, misturar bem na terra, esterco animal, sempre muito bem curtido, ou composto orgânico.

UTILIZAÇÃO: Pode ser empregada de forma bem diversa tais como: maciços, agrupadas de forma isolada, fazendo composição com outras plantas, em bordaduras, vasos, jardineiras e também como flor de corte.

PROPAGAÇÃO: Por sementes e por mudas que germinam ao redor da planta mãe.

PLANTA TÓXICA: Não apresenta efeitos tóxicos.

PLANTA MEDICINAL: Tem provisoriedades medicinais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário